Museu Francisco Lacerda

Igreja de Santa Bárbara

lorem ipsum dolor sit
lorem ipsum dolor sit
lorem ipsum dolor sit
lorem ipsum dolor sit
lorem ipsum dolor sit
lorem ipsum dolor sit

A Igreja de Santa Bárbara localiza-se na freguesia das Manadas, pertencente ao Concelho de Velas. É classificada como imóvel de interesse público desde 1950 e após a última intervenção de restauro da igreja, concentrada no seu teto, encontra-se disponível a visitas sob a alçada do Museu Francisco de Lacerda, não obstante de ser um templo aberto ao culto.

Conta a tradição oral que, aquando a chegada dos primeiros povoadores, foi descoberta nesta baía uma caixa de madeira que continha a imagem de Santa Bárbara e uma cruz em pedra, levando à construção da Igreja, sob a invocação da Santa Mártir, que terá sido erigida entre finais do século XV e inícios do Século XVI. A atual Igreja, foi erguida durante os séculos XVII e XVIII, sobre as ruínas da Igreja primitiva, cujos vestígios se resumem à sacristia sul.

Na nave, a revestir as paredes, sobressaem magníficos retábulos com cenas bíblicas. A rica talha dourada resplandece no arco e na capela-mor e no seu teto - pintado sobre madeira - podemos observar três filas de quadros com os mistérios do Rosário. Ao longo da capela-mor, destaca-se os seis painéis de azulejos que narram a vida de Santa Bárbara, bem como as pinturas representativas de episódios e personagens bíblicas. O teto da nave, é composto ao centro, por três medalhões octogonais com as imagens de São Jorge, o Espírito Santo (representado pela pomba branca) e Santa Bárbara na sua torre.

Este espaço sacro é um dos melhores testemunhos da arte religiosa barroca no arquipélago, sendo que as modestas dimensões e simplicidade do exterior da igreja, não permitem antever a riqueza do seu interior.

Junto à Igreja de Santa Bárbara, está implantada uma pequena fortaleza num local criteriosamente selecionado, adaptado à morfologia do terreno, de forma a tirar o maior rendimento possível do curto alcance da sua artilharia. Foi construída no ano de 1647, com o intuito de servir como vigia de baleia e de quaisquer embarcações que se aproximassem da costa, por consequência dos ataques de corsários ingleses e franceses, bem como dos piratas turcos e argelinos, que ocorreram durante os séculos XVI e XVII.

Horário de Funcionamento

Horário de abertura ao público

Verão  - 1 de abril a 30 de setembro
Terça-feira: 10h30 - 12h30 // 14h00 - 18h00

Quarta-feira a sábado: 9h30 - 13h00 // 14h00 - 18h00

Domingo e feriados: 13h00 - 18h00

Encerrado à segunda-feira.

 

Inverno - 1 de outubro a 31 de março

Terça-feira a sábado: 10h00 - 12h00 // 13h00 - 17h00

Domingo e feriados: 12h00 - 17h00

Encerrado à segunda-feira.

Morada e Contactos

Caminho da Igreja9800-026 Manadas (Velas)
Email: vitor.et.reis@azores.gov.pt

Voltar atrás

Optimizado para as últimas versões dos browsers:
Microsoft Edge, Google Chrome, Safari, Opera e Firefox

Desenvolvido pela Salworks